pROJEcTO

Ponte 4 de Abril

Via rápida Benguela-Lobito, Angola | 2009

A ponte 4 de Abril fica localizada na via rápida que liga Benguela ao Lobito, no atravessamento do rio Catumbela, a cerca de 7km da costa atlântica de Angola.

A ponte é atirantada, de suspensão total, com configuração do tipo misto entre o leque e a harpa. O vão principal da ponte é de 160m e os dois vãos laterais têm 64m cada um. Os viadutos de acesso têm tramos de 30m. Em conjunto com os viadutos de acesso, a ponte tem 438m de extensão e é totalmente contínua, com juntas de dilatação apenas nos encontros.

As torres têm uma geometria em forma de “U” e têm cerca de 50m de altura. Os solos de fundação são constituídos por aluviões lodosas e siltosas de espessura variável, chegando a atingir profundidades de 45m, repousando sobre um substrato rochoso constituído por calcários. As estacas de fundação têm diâmetros de 1,20m.

O tabuleiro, com 24,5m de largura máxima, é constituído por duas nervuras vazadas em betão armado e pré-esforçado, ligadas entre si por uma laje em betão armado e por carlingas pré-esforçadas afastadas de 4 em 4m.

Os tirantes, dispostos em dois planos, são constituídos por feixes paralelos de cordões de aço de pré-esforço. Os tirantes passam nas torres através de selas especiais, excepto nos três primeiros cabos em que se utilizam as ancoragens tradicionais. As ancoragens no tabuleiro estão afastadas de 8m entre si excepto nos 4 tirantes de retenção em que a distância é de 4m.

A estrutura foi integralmente betonada “in situ”.

A construção da ponte iniciou-se em Julho de 2007 e terminou em Julho de 2009, tendo-lhe sido atribuído o Prémio Secil de Engenharia de 2011.

circle_wh

PRÉMIO SECIL

Secil e Ordem dos Engenheiros

O prémio Secil visa incentivar o reconhecimento público de soluções que sejam contribuições significativas para o enriquecimento da engenharia portuguesa com a utilização de cimento, material cuja produção constitui a vocação da Secil. O prémio, reconhecido como uma referência nacional, é atribuído alternadamente ao mais significativo projecto de arquitectura ou de engenharia, tendo sido atribuído em 2011 à ponte 4 de Abril sobre o rio Catumbela, em Angola.

Secil e Ordem dos Engenheiros

MAPA

Via rápida Benguela-Lobito

Angola

Ver Localização